Cesama - água é vida

Newsletter

Receba todas as novidades da Cesama.

 

Serviços

 

Publicado em: 05/09/18

27ª Sipat da Cesama incentiva doação de sangue

27ª Sipat da Cesama incentiva doação de sangue

 

A 27ª Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (Sipat) da Companhia de Saneamento Municipal (Cesama) promoverá debate sobre a importância da doação de sangue, além de outros temas sobre a qualidade de vida no trabalho, até a quinta-feira, 6. O evento, organizado pela Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa) da empresa e realizado na Escola de Governo, teve início na segunda-feira, 3.

O diretor-presidente da Cesama, André Borges de Souza, abriu os trabalhos lembrando que a diretoria faz reuniões periódicas com a Cipa, a fim de discutir melhorias para os empregados. “Seria interessante, também, que a comissão realizasse reuniões com os funcionários, trazendo essa discussão para os nossos colegas, pois só quem já perdeu um colega de trabalho sabe como a prevenção de acidentes é importante. Além disso, acredito que deva-se avaliar a inclusão de um debate contínuo sobre meio ambiente na Sipat, que se tornaria uma Sipatma (Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho e Meio Ambiente)”, avaliou.

A primeira palestra do dia foi comanda pela funcionária do Hemominas, Rosani Romualda. Ela divulgou o projeto “Trabalhando para o bem”, que tem como objetivo estimular a doação de sangue entre os funcionários das empresas locais. “O período entre abril e setembro é o mais crítico para nós. Na cidade, 2,7% da população é doadora. Se conseguirmos chegar até 5%, não faltaria sangue”, ressaltou.

Logo após, a assistente social do Instituto Braços, Angra Tagliate, falou sobre doenças sexualmente transmissíveis (DST) e métodos de prevenção. “Nos últimos anos, obtivemos muito avanços, como a Profilaxia Pré-Exposição (PrEP) e a Profilaxia Pós-Exposição (PEP). A primeira é o uso preventivo e contínuo de medicamentos antes da exposição ao vírus do HIV, caso o cidadão tenha um comportamento de risco. Já o segundo é indicado para pessoas que tiveram um possível contato com o vírus, em função de relação sexual desprotegida, acidente ocupacional ou contato direto com material biológico”, afirmou a assistente social.

As funcionárias da Subsecretaria de Vigilância em Saúde, Ivone Garcia e Ana Paula de Souza, promoveram um debate sobre a saúde do trabalhador. “Nosso objetivo é resgatar a cidadania do empregado adoecido, tentando entender o processo que o levou a essa situação”, detalhou Ana Paula, que ainda esclareceu dúvidas sobre as alterações na legislação trabalhista.

O encerramento do primeiro dia do evento ficou por conta da trupe teatral Gattus Pingadus, composta exclusivamente por empregados da Cesama. O grupo estreou a peça “Coisa de Mulherzinha - Contos que não gostaríamos de ouvir’’, que tratou de forma poética o papel feminino na sociedade contemporânea, questionando preconceitos, tabus e combatendo a violência contra a mulher.

* Informações com a Assessoria de Comunicação da Cesama, pelo telefone 3692-9179.


 

Imagens


 
 

+ novidades

 
 
 
 

>> Intranet

© 2010 - Cesama - Todos os direitos reservados . Termos de Uso

ato.interativo - agência web