17/10/2019 Falta de energia afeta produção na ETA CDI, e Cesama orienta sobre economia de água

Postado por: Leonardo

Na noite dessa quarta-feira, 16, a falta de energia elétrica na região do Distrito Industrial afetou a produção da Estação de Tratamento de Água Walfrido Machado Mendonça (ETA CDI), bem como sua captação. O sistema ficou parado por cerca de três horas, diminuindo cerca de 200 litros por segundo (l/s) o volume de água produzido na unidade, onde a produção gira em torno de 700 l/s normalmente. Como o sistema de Juiz de Fora é interligado, a Cesama orienta toda a população para que economize água neste final de semana.

Segundo o diretor técnico-operacional da companhia, Márcio Pessoa, medidas preventivas estão sendo tomadas para garantir o funcionamento do sistema em situações como essa: “Serão instalados geradores de energia nos principais pontos de captação e nas unidades de tratamento da Cesama. Além disso, marcamos uma reunião com técnicos da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) para afinar nossos procedimentos. Como Juiz de Fora tem uma topografia muito acentuada, o sistema conta mais de 150 elevatórias, que dependem do fornecimento contínuo de energia elétrica. Sendo assim, quando há algum problema, o sistema é diretamente afetado”.

Márcio lembrou que a companhia está reformando os filtros da Estação de Tratamento de Água (ETA) Marechal Castelo Branco, para incrementar o sistema de abastecimento para o período do verão. Atualmente, o terceiro filtro da unidade, de um total de seis, está em manutenção, representando um deficit de 17% na produção daquela unidade. “Esse é um serviço programado, que iniciamos no período de inverno, para não causar tanto impacto. Porém, temos as manutenções rotineiras, inerentes ao sistema de abastecimento. Em dias mais quentes, como temos visto nesta semana, se interrompemos o fornecimento de água para um reparo, isso pode causar um reflexo em uma região mais extensa. Por isso, precisamos fazer o uso consciente do produto”.


Algumas atitudes podem ser adotadas para que o desperdício de água seja evitado:

. Ao escovar os dentes, abra a torneira apenas para enxaguar a boca e lavar a escova;

. Feche a torneira, para que ela não fique pingando, e, ao fazer a barba, evite deixá-la aberta;

. Na hora do banho, fique com o chuveiro aberto somente o tempo necessário;

. Para lavar o carro, use balde ao invés da mangueira;

. Regue o jardim das 6 às 8 horas, ou após as 19 horas. Isso evita o excesso de evaporação e mais gastos;

. Não dê descargas prolongadas. Se possível, utilize caixa acoplada, que consome menos água;

Ao lavar a roupa na máquina, use toda a capacidade da lavadora;

. Reaproveite a água do tanque e da máquina para lavar calçadas e pátios;

. Faça checagem geral nas instalações hidráulicas da casa. E, ao construir ou reformar, dê preferência a torneiras e descargas que consumam menos água.

* Informações com a Assessoria de Comunicação da Cesama pelo telefone 3692-9179.

transparência